Cadernos de assassinos falavam sobre ‘exército atacar’


A Polícia encontrou dois cadernos usados pelos assassinos que realizaram a chacina nessa quarta-feira (14) na Escola Estadual Professor Raul Brasil.  Os cadernos foram encontrados no carro usados pela dupla e continham táticas de jogos, além de desenhos de armas.
“Pode mandar seu exército atacar, é exército meio fraco, mas se fizer rápido o inimigo não vai ter tempo de fazer muitas defesas”, dizia trecho do que foi escrito.
Em outro caderno também havia uma lista com regras de conduta da escola, que dizia que era proibido usar celular na sala de aula, fumar e deveria colaborar com a organização dos ambientes.
Um adolescente e um homem, encapuzados, invadiram uma escola do município de Suzano e dispararam mais de 30 tiros. Logo em seguida eles atentaram contra a própria vida. Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Henrique de Castro, de 25, estavam em um carro branco alugado, estacionaram em frente ao portão do colégio e entraram pela porta da frente, que estava aberta. Ao todo, dez pessoas morreram.
MaisPB

BORGES NETO LUCENA INFORMA