Polícia Federal investiga acusado de planejar atentado no IFPB de Cajazeiras

A Polícia Federal na Paraíba deflagrou na manhã desta quarta-feira (17), uma operação com cumprimento de um mandado de busca e apreensão de acusado de planejar atentado no Instituto Federal da Paraíba (IFPB), em Cajazeiras, na Paraíba. O mandado foi cumprido na residência do investigado.
As ordens foram expedidas pela 8ª Vara Federal de Sousa/PB.
Além da busca a apreensão no endereço residencial do Investigado, foi determinado pelo Poder Judiciário a proibição de acesso e frequência do mesmo ao IFPB e afastamento das funções pelo período mínimo de 30 dias.
A operação Vitare Periculum contou com a participação de seis Policiais Federais.
De acordo com a PF, a investigação se iniciou a partir de notícia no sentido de que o servidor teria externado a intenção de praticar atentado em seu local de trabalho, com uso de arma de fogo.
Assim, a operação teve por objetivo combater a ameaça proferida por servidor do IFPB, Campus de Cajazeiras/PB, e prevenir eventual ato ilícito maior.
Os investigados poderão vir a responder pelo crime de ameaça, previsto no Artigo 147 do Código Penal, cuja pena poderá chegar a um ano de detenção.
O nome Vitare Periculum significa “risco de vida". 
CLICKPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA