Câmara de Cabedelo notifica vereadores presos e afastados pela Operação Xeque-Mate


A Comissão de Ética da Câmara Municipal de Cabedelo (CMC) começaram a notificar os vereadores presos e afastados pela Casa, que são investigados na Operação Xeque-Mate. Os investigados respondem a um processo administrativo interno para perda do mandato. 
Os vereadores ou representantes dos parlamentares têm até dez dias para prestar informações a partir do momento de recebimento da notificação.
Alguns parlamentares ainda não foram encontrados.

CLICKPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA

Comentários