Interminável, Formiga bate recorde e espanta Vadão: 'Não é desse planeta'


Além da qualidade técnica, o que cá entre nós é indiscutível, a seleção brasileira feminina que vai buscar o título inédito da Copa do Mundo na França no mês que vem dispõe de experiência. Muita. Seis vezes a melhor jogadora do mundo, Marta vai disputar seu quinto Mundial, por exemplo; mesmo número de participações da atacante Cristiane. A goleira Bárbara vai para o quarto. Só que ninguém, entre homens e mulheres, que ainda joga ou que eventualmente pendurou as chuteiras, pode dizer que é mais experiente que Formiga.
Aos 41 anos de idade, a volante da Seleção foi convocada pela sétima vez para uma Copa do Mundo. Tornando-se, portanto, a recordista em quantidade de convocações - superou a goleira japonesa Homare Sawa, que esteve em seis edições do Mundial.
- A Formiga é um dos maiores exemplos que temos no mundo, ela não é desse planeta. É uma grande referência, não poderia ficar fora (da lista) de hipótese alguma - afirmou o técnico Vadão nesta quinta-feira, na coletiva que sucedeu a convocação.
Vadão, a propósito, teve papel importante nesse processo. Isso porque, em 2016, Formiga anunciou aposentadoria da seleção. Mas no ano passado, desfez sua decisão para auxiliar o Brasil na Copa América - cujo título garantiu à Seleção a vaga na Copa do Mundo. O treinador foi um dos que convenceram a jogadora a voltar.
- Fiz um esforço muito grande pra Formiga voltar, ela já tinha se despedido. Quando retornei (à seleção), pedi para que ela ajudasse Copa América. Formiga atendeu aos nosso pedido, ao apelo da CBF - lembra o comandante.
As oito edições da Copa do Mundo feminina:

  • 1991 (China) - Formiga não participou ❌
  • 1995 (Suécia) - Formiga participou ✔
  • 1999 (EUA) - Formiga participou ✔
  • 2003 (EUA) - Formiga participou ✔
  • 2007 (China) - Formiga participou ✔
  • 2011 (Alemanha) - Formiga participou ✔
  • 2015 (Canadá) - Formiga participou ✔
  • 2019 (França) - Formiga convocada ✔

Entre os homens, são três os jogadores que compartilham o recorde de cinco participações: o alemão Lothar Matthäus (que jogou de 1982 a 1998), e os mexicanos Rafael Márquez (2002 a 2018) e Antonio Carbajal (1950 a 1966). O goleiro italiano Buffon também foi convocado em cinco ocasiões, mas não entrou em campo em 1998.
Importante ressaltar que a convocação não é uma espécie de prêmio de consolação ou algo do tipo. Pelo contrário: Formiga tem sido titular com frequência da equipe de Vadão e deve, sim, ser bastante utilizada no Mundial. Ela tem dois gols marcados em Copas do Mundo e recentemente, inclusive, teve seu contrato com o Paris Saint-Germain renovado até 2020.
O Brasil está no Grupo C da Copa do Mundo ao lado de Austrália, Itália e Jamaica. A estreia será contra as jamaicanas no dia 9 de junho, às 10h30 (de Brasília), em Grenoble.
Globo Esporte 


BORGES NETO LUCENA INFORMA

Comentários