Primeira-dama visita Instituto São Vicente de Paulo e destaca importância do Projeto Acolhe

A primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins, esteve neste sábado (4) no Instituto São Vicente de Paulo, em Campina Grande. O espaço, localizado no bairro do Catolé, atende a 73 idosos carentes, sendo beneficiado pelo Projeto Acolher, desenvolvido pelo Governo do Estado para proporcionar mais qualidade de vida aos idosos que vivem nas Instituições de Longa Permanência.
Acompanhada da secretária de Estado do Desenvolvimento e Articulação Municipal, Ana Cláudia Vital do Rêgo, e pela coordenadora da Gerência Estadual de Desenvolvimento Humano, Áurea Carla Duarte, a primeira-dama conheceu as instalações e alguns projetos realizados no Instituto, a exemplo da terapia assistida por animais (cãoterapia).
Na ocasião, Ana Maria Lins elogiou o trabalho do Instituto São Vicente de Paulo e ressaltou a importância da presença do Governo do Estado. "Cada visita a um espaço como este significa renovação em cada um de nós, além da certeza de que as coisas dão certo quando se tem responsabilidade e amor ao próximo", acrescentou.
"São belas histórias de vida de pessoas que deram a sua contribuição para a sociedade, e que hoje precisam das políticas públicas. Por isso é tão importante a presença do Governo do Estado nesta e em outras instituições", enfatizou Ana Maria Lins.
A coordenadora do Instituto São Vicente de Paulo, irmã Bernadete Rodrigues, agradeceu a visita da primeira-dama dama e destacou a importância do Projeto Acolher para a manutenção do espaço. "O Projeto Acolher é muito importante para darmos continuação às obras de caridade do Instituto São Vicente de Paulo. Com esses recursos compramos alimentação, além de ajudar na reforma de alguns recintos", acrescentou.
Desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Humano, o Projeto Acolher tem como principal finalidade melhorar as condições do funcionamento das instituições de longa permanência para idosos. Desde o lançamento, o Governo do Estado já destinou mais de R$ 6 milhões, contemplando mais de 30 instituições, espalhadas em 26 municípios paraibanos.
A primeira-dama Ana Maria Lins finalizou a visita ao Instituto São Vicente de Paulo conhecendo o projeto de terapia assistida por animais. A cãoterapia é desenvolvida pelo bancário Bento Souto há cinco anos. "Esses idosos eles não precisam apenas receber carinho, mas também de compartilhar esse sentimento. E é aí que entra a importância da terapia assistida por animais, que acabam substituindo um parente", explicou.
Atualmente, o Instituto São Vicente de Paulo atende a 73 idosos, sendo 44 mulheres e 29 homens, além de oferecer escola a crianças da comunidade, entre outros projetos.
Secom-PB 

BORGES NETO LUCENA INFORMA

Comentários