O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Adriano Galdino (PSB), revelou, em entrevista ontem (04), a uma emissora de televisão da capital que apesar de reconhecer a grande liderança do senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) em Campina Grande, disse que se procurado para opinar sobre o processo eleitoral de 2020, o mesmo aconselhará a Veneziano não entrar na disputa, apesar do mesmo sentir que o senador está animado para a disputa. “Senti que ele está animado”, disse Galdino sobre como observa as recentes declarações e percepções que tem do colega de partido sobre a disposição do mesmo para entrar na disputa pela PMCG em 2020. No entanto, ele aconselha Veneziano se poupar. “Eu recomendo que ele não vá, acho que seria um erro da parte dele. Temos a esposa dele Ana Cláudia Cláudia Vital (Podemos), que não está no PSB, mas é de um partido aliado”, afirmou Galdino.


Coautor do projeto que tornou a Lei Seca ainda mais rigorosa e que permitiu salvar cerca de 40 mil pessoas em uma década, o deputado federal Ruy Carneiro (PSDB) fez nesta quinta-feira duras críticas à proposta de mudança nas regras de trânsito e na CNH apresentada pelo governo federal.
Para o deputado, que desde o início da sua trajetória na vida pública tem se dedicado à paz no trânsito, é possível promover aperfeiçoamentos nas regras, mas de forma a garantir ainda mais rigor, controle e segurança para as pessoas. "Até hoje nós conseguimos vários avanços importantes graças às leis de trânsito, não podemos ignorá-los como se nunca tivessem existido. Sou a favor que aconteça modificações, mas que ajudem a evitar os acidentes e não provocá-los", disse.
Sobre a proposta do Governo Federal em modificar as regas de trânsito e CNH Ruy enfatiza: "Essa proposta é um grande retrocesso. Sou inteiramente contra a liberação do exame toxicológico e o fim das multas para quem deixa de usar cadeirinha apropriada para crianças nos carros, inclusive vários estudos atestam a eficácia dessas cadeiras na preservação da vida. Essa medida pode gerar o não uso e causar vários acidentes.", pontuou.

Assessoria

BORGES NETO LUCENA INFORMA

Comentários