Após paralisação, médicos da FAP retornam aos trabalhos em Campina Grande

Após uma semana de paralisações por conta de irregularidades no pagamento das Autorizações para Internações Hospitalares (AIHs), os médicos cirurgiões do Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP) em Campina Grande voltaram ao trabalho nesta terça-feira (9). A decisão foi tomada em resposta ao posicionamento da Secretaria de Campina Grande eque estabeleceu o prazo de 30 dias para que uma sindicância conclua a apuração do caso. O prazo é renovável pelo mesmo período, a contar do dia 3 deste mês.
Segundo informações da categoria, a decisão pelo retorno se deu após a Secretaria de Saúde de Campina Grande promover substituições no setor de auditoria da unidade, órgão apontado como origem das supostas irregularidades. 
CLICKPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA

Comentários