Diretoria do Santos vê ‘exagero’ em reclamações de Sampaoli; risco de demissão é pequeno


A diretoria do Santos vê exagero nas reclamações de Jorge Sampaoli. O técnico está incomodado com a falta de reforços, atraso no direito de imagem e outros fatos. A cúpula do Peixe crê ter concedido a grande maioria dos pedidos de Sampaoli, tanto dentro de campo, com as contratações, como fora dele, com a vinda do gerente de futebol Gabriel Andreata e do analista de desempenho Felipe Araya, antigos conhecidos do treinador.
Mesmo com a insatisfação diante do incômodo de Jorge Sampaoli – principalmente pelo assunto chegar à imprensa -, a gestão do Alvinegro tenta apaziguar e melhorar a relação na base do diálogo.
O presidente José Carlos Peres quer uma reunião com Sampaoli quando a poeira baixar. Enquanto isso, alguns dirigentes estão em contato com a comissão técnica para tentar resolver o que está ao alcance neste momento. Ninguém da diretoria questiona o trabalho do argentino, mas há a chateação diante das exigências sem fim.
Pessoas próximas a Jorge Sampaoli afirmam ser esse o pior momento da relação entre o técnico e a diretoria desde a chegada, em janeiro, porém, veem chance pequena de um pedido de demissão. O contrato vai até dezembro de 2020 e a multa rescisória é de cerca de R$ 10 milhões.

Fox Sports

BORGES NETO LUCENA INFORMA

Comentários