Direção do Mussulo suspeita de sabotagem e da participação de funcionários em roubo

A direção do Hotel Mussulo Resort By Mantra, localizado no Conde, que foi saqueado e teve um prejuízo de cerca de R$ 4 milhões, suspeita de sabotagem e do envolvimento de funcionários graduados do resort no crime. 
Isso porque, além dos bens materiais, os criminosos furtaram todos os documentos relativos ao setor de recursos humanos, “no que comprova que a conduta ilícita foi direcionada também à tentativa de inviabilização da continuidade dos serviços que são prestados pelo estabelecimento”, conforme consta em nota divulgada pela assessoria de comunicação do resort.
Segundo a direção do Mussulo, são fortes as suspeitas de envolvimento de funcionários, tendo em vista que não interessaria a criminosos comuns, a subtração de documentos administrativos. A direção do Mussulo entregou à polícia, um inventário completo discriminando todos os objetos e documentos roubados, além de um amplo acervo fotográfico do local.
A direção do Hotel Mussulo By Mantra também solicitou à autoridade policial que sejam ouvidos inicialmente os funcionários graduados do estabelecimento na investigação dos crimes.
Em nota, a direção lamentou que os crimes tenham ocorrido num momento de recuperação da atividade econômica do país, e que, desde que se instalou na Paraíba em 2009 sempre foi reconhecido pelos serviços turísticos de excelência prestados aos seus hóspedes. Informa ainda que desde o ocorrido, suspendeu todas as reservas de hospedagens até que a situação seja normalizada.
CLICKPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA

Comentários