Vereador de Sergipe pegou carona em falso Congresso dos vereadores de Santa Rita


O vereador Joselmo Fontes Alves, da cidade de Lagarto, no estado de Sergipe, também pegou carona com os vereadores de Santa Rita na viagem a Gramado. Ele foi identificado na investigação policial como participante do evento, de acordo com o que foi apurado pelo ClickPB.
A operação Natal Luz, deflagrada na madrugada desta terça-feira (05), teve apoio da Polícia Civil de Sergipe e do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul. As autoridades policiais investigam a possibilidade de o congresso ter sido forjado para justificar a viagem dos agentes públicos à cidade de Gramado, com recebimento de diárias pagas pelo poder público.
Ainda durante a madrugada foram presos 11 vereadores de Santa Rita e um contador que trabalha na Câmara Municipal da cidade. Eles foram detidos quando retornavam da viagem e conduzidos até a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, juntamente com os familiares que os acompanharam na viagem.

Joselmo é vereador pelo PSC e já está em seu terceiro mandato, tendo sido eleito em 2008, 2012 e 2016. Além do vereador ser de Sergipe, a empresa contratada para a realização do congresso em Gramado, também é do mesmo estado.
De acordo com informações do Portal da Transparência da Câmara Municipal de Lagarto, o salário pago ao vereador Joselmo Fontes Alves é de R$ 10.122,15.
O contador da Câmara Municipal de Santa Rita foi preso além dos 11 vereadores de Santa Rita: Anésio Miranda, Brunno Inocêncio, Carlos Antônio, Diocélio Ribeiro, Francisco Medeiros, Francisco Queiroga, Ivonete Barros, Marcos Farias, Roseli Diniz, Sergio Roberto e o contador Fabio Cosme.

Comentários