Cinemas e áreas de lazer de shoppings em João Pessoa são autorizados a funcionar com 50% da capacidade

 


Os cinemas e áreas de lazer dos shoppings de João Pessoa receberam autorização da prefeitura para funcionar com 50% da capacidade a partir desta terça-feira (27). O secretário municipal de Saúde, Adalberto Fulgêncio, garantiu ao ClickPB que haverá fiscalização de todos os protocolos de segurança e destacou que os indicadores atuais da covid-19 na cidade permitem essa flexibilização.

Adalberto Fulgêncio explicou que todas as medidas sanitárias já conhecidas terão que ser seguidas, como o uso obrigatório de máscaras e a disponibilização de álcool em gel para os clientes, além do controle de entrada para evitar aglomerações.

No caso dos cinemas, haverá o uso de cadeiras alternadas para garantir a distância entre os espectadores. Além disso, o secretário explicou que o ar-condicionado das salas possui um sistema de renovação de ar, semelhante ao que é usado em aviões. Ele lembrou que a maior parte das cidades brasileiras já liberou o funcionamento dos cinemas e que João Pessoa demorou nesse aspecto, mas ao analisar os protocolos apresentados pelos cinemas, entendeu-se que era seguro dar esse passo.

Em relação aos equipamentos de lazer infantis, o secretário afirmou que deve haver um controle para que os equipamentos e jogos sejam usados por uma criança de cada vez, e passem por limpeza entre os usos.

''Como João Pessoa tem poucos shoppings, não vai ser difícil fiscalizar. Se não cumprirem os protocolos a multa vai de R$ 300 a R$ 50 mil, mas acredito que não teremos problema porque isso foi acordado com todos eles'', comentou o secretário.

Expansão de horário - Além da abertura dos cinemas e áreas de lazer, outra novidade anunciada pela prefeitura nesta segunda-feira (26) foi a expansão do horário dos shoppings e do comércio. Os shoppings poderão fechar às 22h, enquanto o comércio retoma o horário normal de funcionamento, das 8h às 18h. Segundo Adalberto Fulgêncio, a expansão de horário resulta em menos aglomeração, já que os consumidores não ficarão concentrados em um horário restrito.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO