Acidentes de trânsito aumentam com flexibilização do isolamento e pacientes lotam enfermarias do Hospital de Trauma de Campina Grande

 


O número de pacientes envolvidos em acidentes de trânsito que chegam ao hospital de Trauma de Campina Grande aumentou em mais de 70% com a flexibilização do isolamento social. Em abril, primeiro mês de isolamento total, deram entrada no hospital 613 vítimas de acidentes de trânsito, enquanto em outubro foram 1.064. Com o crescimento, as enfermarias do hospital estão lotadas, conforme informou o diretor Sebastião Viana Júnior.

A maior parte dos pacientes são vítimas de acidentes de moto, com 832 atendimentos deste tipo em outubro. Em abril tinham sido 482. Sebastião Viana Júnior destacou também que o número de óbitos relacionados a acidentes de trânsito já superou os 97 registrados no hospital no ano passado, e ainda faltam dois meses para o ano acabar.

Ele ressaltou que tem sido necessário colocar leitos extras nas enfermarias, que já estão lotadas, e isso implica em uma maior demora no atendimento e espera por cirurgias. De acordo com o diretor, os números são preocupantes.

''Esperamos conscientização da população, principalmente me relação à imprudência no trânsito'', disse. Ele também lembrou que, neste mês de novembro, com a realização das eleições e mais gente na rua, a tendência é de que aumentem os números, não só de acidentes, mas também de covid-19. ''Pedimos que a população não aglomere. Estamos em um platô, mas a pandemia não acabou'', afirmou.

Confira os números registrados em 2019 e em 2020:


CLICKPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA