Juiz Eleitoral indefere registro de candidatura de Branco Mendes para Prefeitura de Alhandra


 O juiz eleitoral Antônio Eimar de Lima indeferiu nesta sexta-feira (13) o registro de candidatura do deputado estadual Branco Mendes (Podemos) à Prefeitura de Alhandra.

De acordo com o documento a que o ClickPB teve acesso, a coligação Plantando Esperança (PL/PP/MDB) sustenta que houve irregularidade nas atas dos partidos coligados. 

Confira aqui a decisão.

Cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). 

De acordo com o juiz eleitoral Antônio Eimar de Lima, a candidatura foi indeferida com base nas atas apresentadas à Justiça, por exemplo, a insuficiência de filiados para deliberar com a maioria absoluta dos membros de direção das legendas que integram a coligação, agindo de forma contrária ao que diz a legislação.

LEIA MAISColigação pede indeferimento da candidatura de Branco Mendes em disputa à Prefeitura de Alhandra

Entenda o caso

Branco Mendes encabeça a chapa da "Coligação A Força do Bem" (Cidadania/DEM/PT/PODE), e foi escolhido após o atual prefeito Renato Mendes ter a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral.  O vice-prefeito permaneceu sendo Lêdo Salvino. 

A decisão ocorreu no dia 26 de outubro, último dia para substituições, de acordo com calendário eleitoral e reuniu a coligação “A Força do Bem”, que é formada por candidatos dos partidos Cidadania, Podemos, Democratas e Partido dos Trabalhadores.

A impugnação da candidatura de Renato aconteceu após um pedido realizado pelo PSOL, Ministério Público Eleitoral e Coligação Plantando Esperança ( MDB/PP/PL)

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO