‘Não estou nem ai’, avisa Anísio sobre possibilidade de ser expulso do PT

 

“Não estou nem ai. Lá para o dia 15 (novembro) eu vou pensar em alguma coisa”. O comentário foi feito pelo candidato a prefeito do PT em João Pessoa, Anísio Maia, ao ser questionado pela reportagem do programa de Rádio “Arapuan Verdade” sobre a possibilidade de ser expulso do partido por não seguir as determinações do Diretório Nacional.

O PT nacional quer que Anísio retire sua candidatura para apoiar a candidatura de Ricardo Coutinho (PSB), na disputa pela Prefeitura da Capital. “Nós estamos dando pouco atenção a isso, porque nós sabemos qual é o objetivo. Nós estamos focado na campanha. O importante agora é manter o dialogo, apresentar nossas propostas, fazer reuniões e está presenta nas nossas programações com os nossos vereadores. Essas tentativas não atingiram nossa candidatura e a organização da nossa caminhada. Por tanto, eu posso dizer que não estou nem ai. Lá para depois do dia 15 eu vou pensar em alguma coisa”, disse o petista.

Anísio Maia afirmou que essas tentativas desestabilizar sua candidatura energiza positivamente os militantes. Ele destacou o evento que ocorreu nesta terça-feira em apoio a sua candidatura e aos dirigentes do diretório municipal na sede da legenda. “Hoje aqui teve um ato publico no PT, em solidariedade a minha pessoa, a Giucélia Figueiredo, Feitosa e Anselmo Castilho. A sede do partido estava lotada aqui, fora as pessoas que me acompanharam nas redes sociais. Então isso me energiza. A minha luta é feita de desafios. Então isso é mais um desafio positivo. Não altera nada, estou de cabeça fria”, finalizou.


Paulo de Pádua/Fernando Braz


BORGES NETO LUCENA INFORMA