PB Agora/Datavox: João tem aprovação de 53% e Bolsonaro 56%, em Piancó

 

A gestão do governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) tem uma aprovação de 53% dos eleitores na cidade de Piancó, Sertão da Paraíba, segundo resultado da pesquisa Datavox, contratada pelo portal PB Agora, divulgada nesta sexta-feira (13). Por outro lado, 37,8% disseram reprovar a administração do gestor, enquanto que 9,2% preferiram não responder.

CONFIRA O GRÁFICO   


O Datavox também questionou os entrevistados sobre a avaliação da gestão do presidente Jair Bolsonaro. Para 56%, a gestão do presidente é aprovada, enquanto que para 39,8% é reprovável. Os demais 4,2% dos entrevistados não souberam ou não quiseram opinar sobre o tema.

CONFIRA O GRÁFICO

SOBRE A PESQUISA

A pesquisa Datavox foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral no dia 07 de novembro de 2020 com o Protocolo – 05166/2020 – TSE – TRE. As entrevistas foram realizadas entre os dias 06 e 07 de novembro do mesmo ano e ouviu 400 pessoas com mais de 16 anos.

O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 4,9% pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados.

As entrevistas foram pessoais com utilização de questionário elaborado de acordo com os objetivos da pesquisa e foram realizadas por uma equipe de entrevistadores do DATAVOX – Pesquisas de Opinião Pública e Estatísticas Ltda, devidamente treinada para abordagem na zona urbana, nos bairros – Belo Horizonte, Cadeia Nova, Caixa D’água, Campo Novo, Cassaco, Centro, Governador Antônio Mariz, Conjunto Felizardo Leite, Mondionça, Mutirão, Ouro Branco, Padre Luciano, Piancozinho, Santo Antônio, São Vicente e Socorro Brasilino.

Já na zona rural, os sítios pesquisados foram: Bom Jesus, Cabeludo, Cantinho, Carnaúba Torta, Ferrão, Frutuoso, Murici, Murzelo, Palha Amarela, Pau Seco, Peixoto, Pilões I e II, Pitombeira, Pocinhos de Baixo, Pocinhos de Cima, Roça de Cima, Jenipapeiro e Várzea do Padre.

De acordo coma aferição, as perguntas cujas somas das percentagens não totalizarem 100% são decorrentes de arredondamentos ou de múltiplas respostas.

 

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA