Terezinha diz que 3º colocado na UFPB sabia da nomeação antes da consulta

 

A primeira colocada na disputa pela Reitoria da UFPB, professora Terezinha Martins, que não foi nomeada pelo presidente Bolsonaro que resolveu escolher o último colocado, professor Valdiney Veloso, declarou que Valdiney tinha fortes indícios de que seria o escolhido pelo presidente, antes mesmo da eleição acontecer.

De acordo com Terezinha, durante entrevista à rádio Arapuan, o professor a procurou em Bananeiras para que ela fizesse parte da sua chapa declarando que tinha praticamente certeza que ele seria escolhido.

“Quando ele veio montar a chapa dele, ele veio em bananeiras me convidar e ele me reportava que  a nomeação dele já estava quase certa e eu não aceitei pois temos diferentes pontos de vista” declarou a professora.

Terezinha disse ainda que recebeu a notícia da nomeação de Valdiney com indignação.

“Eu recebi com indignação. Como todos sabem obtivemos mais de 9 mil votos, o segundo colocado teve menos da metade e o nomeado teve apenas 900 votos como também na reunião dos conselhos da universidade lá obtivemos 51% dos votos e o nomeado obteve 0% então assim, ficamos bastante indignados, pois representamos o desejo da comunidade universitária. E isso é um processo que atrapalha muito a universidade. a autonomia e democracia universitária são feridos” pontuou.

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA