TSE julga nesta terça-feira processos que poderão deixar Ricardo Coutinho inelegível


 O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julga nesta terça-feira (10) a partir das 19h, três Ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aijes) contra o ex-governador da Paraíba e candidato a prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB). Dependendo do resultado, Ricardo poderá ficar inelegível faltando apenas cinco dias para o primeiro turno das eleições municipais.

Serão analisadas as Aijes do Empreender e da PBPrev, que já têm voto do relator, Og Fernandes, pela inelegibilidade, além da Aije de pessoal.

A Aije de pessoal, que trata de contratações irregulares, foi a única em que o relator votou pela manutenção dos direitos políticos de Ricardo Coutinho. Por este processo, o relator fixou multa de R$ 70 mil para Ricardo e R$ 5.320,50 para Lígia Feliciano.

Já no caso da PBPrev, o relatou votou pela inelegibilidade de Ricardo por oito anos, contados a partir das eleições de 2014. 

No caso do Empreender, o relator também votou pela inelegibilidade por oito anos, além, de multas para Ricardo Coutinho, Márcia Lucena e Waldson Souza.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO