Deputado é afastado após caso de assédio e Isa Penna quer cassação do mandato

 


O Cidadania deciciu afastar o deputado estadual Fernando Cury, após a repercussão do caso de assédio, em que ele foi filmado passando a mão no seio da deputada Isa Penna (PSOL) durante sessão da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), na quinta-feira, (17). Nas imagens gravadas pelas câmaras da Alesp é possível ver o deputado apalpando o seio dela e o corpo da parlamentar que reage na mesma hora, empurrando ele e mostrando revolta com a situação. 

Em comunicado, o Cidadania afirmou que a Comissão Executiva Nacional decidiu a afastar o deputado “de todas as funções diretivas partidárias, em todas as instâncias, bem como de todas as funções exercidas em nome do Cidadania, inclusive junto à Alesp”.

O deputado afirmou que não foi “informado oficialmente pelo partido” sobre o afastamento e que “não houve qualquer notificação de procedimento interno do Conselho de Ética”. “Tão logo seja formalmente comunicado, irei apresentar a versão dos fatos, exercendo assim meu direito de defesa”, disse.

Para Isa Penna, a decisão do Cidadania não é suficiente ela defende que ele "encerre a carreira política e deixe de ser deputado”. Para ela, essa é uma “obrigação moral e cívica” do Cidadania e também da Alesp. “Nós estamos falando de assédio em pleno plenário, em plena sessão, com todas as câmeras ligadas”, disse em entrevista ao CNN.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO