Dono de restaurante em Campina Grande é acusado de bater em criança que vendia doces e autuado por lesão corporal

 


dono do restaurante Malibu, no Centro de Campina Grande, foi autuado por lesão corporal, na tarde desta segunda-feira (21). O empresário foi levado à delegacia suspeito de bater em uma criança que vendia doces no estabelecimento dele.

O tenente-coronel Francimar, comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar (10º BPM), informou ao ClickPB que pouco depois do horário do almoço, por volta das 14h30, foi registrada a confusão. Dois meninos estavam vendendo doces e um deles teria sido puxado pela orelha pelo dono do restaurante, identificado nas redes sociais como Luiz.

Em vídeo gravado com as duas crianças uma testemunha narrou que o menino havia chorado bastante e que estava sentindo dor na orelha, que teria sido alvo de um tapa e depois de puxões por parte do empresário.

"Se você um menino branco, filho de madame não faziam isso", disse o homem que gravou o vídeo.

O tenente-coronel Francimar relatou ao ClickPB que o dono do estabelecimento foi levado para a delegacia, assim como a criança e mais duas testemunhas. O empresário foi autuado por lesão corporal, através de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). O menino de cerca de oito anos de idade foi levado ao Instituto de Polícia Científica (IPC) para fazer exame de corpo delito.

Pessoas se aglomeraram na porta do restaurante e a Polícia Militar teve que fazer uma barreira humana enquanto averiguava a situação e o dono do restaurante ainda estava no local.