Raniery Paulino testa positivo para covid-19 pela segunda vez

 

Internado há uma semana no Hospital da Unimed, em João Pessoa, o deputado estadual Raniery Paulino (MDB), testou positivo para a covid-19 pela segunda vez. O parlamentar já havia contraído a doença no primeiro semestre e poderá se tornar mais um caso de reinfecção pelo novo coronavírus.

Nessa quarta-feira (10) a Paraíba identificou o primeiro caso de reinfecção por Covid-19 no Brasil. Uma mulher, de 37 anos, profissional de saúde, residente do Rio Grande do Norte e que trabalha na Paraíba. As amostras foram coletadas e analisadas pelo Laboratório de Vigilância Molecular Aplicada (LAVIMAP) da Escola Técnica de Saúde da UFPB em trabalho conjunto com o Lacen- PB.

Raniery, por ter se contaminado antes, tirou licença na Assembleia Legislativa para contribuir com a candidatura do pai em Guarabira. De acordo com a assessoria do parlamentar, o deputado tem apresentado melhoras como consequência do tratamento intensivo.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou Nota Técnica em outubro, seguindo diretrizes do Ministério da Saúde que orienta os profissionais de saúde sobre os critérios de definição de caso suspeito de reinfecção pelo SARS CoV-2. Desde então, fortaleceu seus processos de vigilância para identificação de casos que possam se adequar aos critérios. Até o momento, a Paraíba possui um total de 16 casos em investigação.

De acordo com o diretor do Lacen-PB, Bergson Vasconcelos, para a abertura de protocolo de casos de reinfecção é necessário que eles atendam aos seguintes critérios: o mesmo paciente ter dois resultados de RT-PCR detectáveis para SARS CoV-2, com intervalo maior ou igual a 90 dias; ou dois resultados de RT-PCR detectáveis para SARS CoV-2, com intervalo menor que 90 dias, desde que, tenha um terceiro resultado de RT-PCR não detectado para SARS CoV-2 entre o intervalo dos dois exames positivos.


PARAÍBA.COM


FALA PARAÍBA-BORGES NETO