Rio Miriri pode ter balsa ligando Lucena à Rio Tinto.

 


O presidente da Câmara de Vereadores de Rio Tinto, Raphael José (Cidadania), vai reforçar por meio de requerimento, junto ao secretário executivo de Turismo da Paraíba – Gilson Lira, e com o deputado federal Wellington Roberto (PL), a instalação de uma balsa no rio Mirirí, possibilitando a travessia de transportes entre as cidades de Lucena e Rio Tinto, no litoral norte paraibano.

O vereador elogiou a iniciativa da Prefeitura de Lucena que informou está em andamento à elaboração de projeto neste sentido.

Vamos reforçar junto ao governo do Estado e ao deputado federal Wellington Roberto este pedido. Lucena e Rio Tinto são cidades com grande potencial turístico. Muitos turistas atravessam a balsa Cabedelo/Lucena, e estes tem dificuldade de conhecer Praia de Campina, o projeto Peixe-boi, em razão dessa dificuldade de acesso. É preciso pensar nesse investimento, porque isso representa geração de emprego e renda para nossa região. Não se esquecendo da responsabilidade ambiental nas áreas da APA”, informou.

Características

O rio tem suas cabeceiras na divisa dos municípios de Mari e Sapé e segue no sentido oeste-leste, como divisa natural de vários municípios paraibanos até desembocar no Oceano Atlântico, mais precisamente entre os municípios de Lucena e Rio Tinto. Sua foz forma um maceió durante as marés baixas e apresenta muitas rochas e uma barra que vai se desfazendo a medida que a maré alta avança.

Quando a maré retrocede, a mesma barra volta a se refazer graças a diferença de nível entre o mar e as terras um pouco mais a oeste.

Pb Vale


Lucena Informa