Secretário de Saúde de João Pessoa diz que lockdown é última opção, mas não está descartado se ocupação de leitos subir muito

 


O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, afirmou que um lockdown na cidade seria a última opção da secretaria para conter a propagação da covid-19, mas a ideia não está totalmente descartada. ''Por enquanto estamos em um número muito confortável, mas com pandemia a gente sempre precisa ter um 'plano B' caso as coisas piorem'', disse Fábio Rocha em entrevista ao ClickPB.

De acordo com o secretário, na situação atual não está prevista nenhuma mudança. O que foi feito para garantir um melhor atendimento foi a ampliação de leitos no hospital Santa Isabel e a suspensão de cirurgias eletivas por 15 dias. ''Só gostaria que os bancos ampliassem o horário de atendimento, porque tem havido muita aglomeração'', comentou.

Fábio Rocha explicou, porém, que caso haja uma grande pressão na rede hospitalar, medidas mais restritivas não estão descartadas. O fechamento das praias seria uma delas. ''Teria um horário para caminhadas, mas seria proibida a aglomeração na faixa de areia e também à noite'', detalhou.

O secretário disse que não tem intenção de restringir horários do comércio, mas o mesmo não se aplica a bares e restaurantes, onde é mais fácil perder o controle das medidas restritivas. ''Temos que estar atentos e checar os números diariamente'', completou.

CLICKPB




FALA PARAÍBA-BORGES NETO