Atendimento de crianças com síndromes gripais aumenta neste período, mas médicos na Paraíba afirmam ser quantidade já esperada

 


O atendimento de crianças com síndromes gripais aumenta neste período do ano, mas de acordo com médicos na Paraíba a demanda já era esperada porque é um período de sazonalidade. Os sintomas da gripe e do resfriado podem chegar a ser confundidos com o do coronavírus como febre e dores de cabeça, mas de acordo com os profissionais, nem todos os casos estão ligados a doença. 

De acordo com o pediatra, Bruno Leandro de Souza, o Conselho regional de Medicina obteve dados junto aos hospitais referenciados na área pediátrica para tratamento da doença. “Constatamos, através desses dados, que a grande maioria das crianças que chegam com síndromes gripais, ou seja, sintomas de resfriados, e sintomas que podem ser confundidos com a Covid-19, na verdade não possuem infecção pelo novo coronavírus”, disse. 


Já o pediatra, Constantino Geovane, além de citar que o aumento de casos de síndromes gripais são de influência da sazonalidade, recomendou aos pais que mantenham os cuidados sanitários para prevenção de diversas doenças. “Esse número de casos, essa época do ano já é esperado, que realmente apareça, assim como bronquiolite e casos de pneumonia viral ou bacteriana. Não há motivo que nos leve a crer que esse aumento esteja sobrepassando aquele volume que se espera ou que se vem tendo nessa pandemia”, frisou.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO