Buracos na BR 412 preocupam condutores de veículos que denunciam qualidade nos serviços feitos pelo DNIT na principal rodovia do Cariri

 

A problemática ocasionada pelos inúmeros buracos na BR 412, principal rodovia que corta o Cariri Paraibano, continua preocupando os condutores de veículos que trafegam diariamente pela estrada.

Mesmo com os recentes reparos realizados pela equipe do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), os buracos aumentaram consideravelmente em quase toda a pista, que inicia na Praça do ‘Meio do Mundo’ e segue até Monteiro.

Motoristas relataram à reportagem do portal De Olho no Cariri que os serviços realizados pelo DNIT recentemente foram precários, deixando a rodovia com vários remendos desnivelados, buracos voltando a se formar, provocando risco iminente de acidentes ou prejuízos mecânicos.

Se não bastassem as pequenas aberturas, agora estão sendo formadas várias “crateras”, isto é, buracos mais profundos, que são um risco em meio a uma rodovia tão movimentada como a BR 412. Desde 2019, alguns acidentes foram registrados na rodovia devido aos buracos, principalmente com manobras para desviarem dos obstáculos, causando tombamentos de carretas e perda de controle de veículos de pequeno porte.

No mês passado, o prefeito do município de Sumé, Éden Duarte, na qualidade de presidente do CISCO – Consórcio Intermunicipal de Saúde do Cariri Ocidental, solicitou ao superintendente do DNIT, Marcus Vinicius de Melo Neto, a recuperação asfáltica de trechos da BR 412.

Éden justificou que os vários buracos, ao longo da rodovia, colocam em risco à vida das pessoas que trafegam pela pista.

De Olho no Cariri


BORGES NETO LUCENA INFORMA