Em meio ao avanço da Covid-19, Cabedelo reconhece atividade religiosa como essencial e libera realização de missas e cultos

 

A Prefeitura de Cabedelo, na região metropolitana de João Pessoa, reconheceu, por meio de decreto, as atividades religiosas como essenciais. A medida foi publicada no Semário Oficial do Município na noite dessa terça-feira (2).

Na prática, o decreto nº 11 estabelece que templos devem permanecer abertos durante a pandemia. A medida, porém, só passa a valer a partir do dia 10 de março, quando termina a restrição estadual atualmente em vigor.

Ainda segundo o decreto, as atividades religiosas realizadas em templos ou fora deles devem obedecer às regras de higiene e segurança, como uso obrigatório de máscaras, álcool em gel e aferição de temperatura na entrada; e distanciamento de até 2m. Além disso, quando voltarem a funcionar, só poderão receber 30% de sua capacidade.

“Consideramos que atividades religiosas têm papel indiscutivelmente relevante no atendimento e na promoção da dignidade humana, princípio fundamental do ser humano. Além disso, as instituições religiosas prestam um serviço social importante que, em momentos de crises como o que vivemos, tornam-se essenciais, contribuindo com o fortalecimento da fé e com o equilíbrio emocional das pessoas”, disse o prefeito Vitor Hugo.

PARAÍBA.COM

BORGES NETO LUCENA INFORMA