Governadores enviam carta ao Congresso e pedem auxílio emergencial no valor de R$ 600

 

O governador da Paraíba João Azevêdo, ao lado de outros 15 chefes de Executivo estadual, encaminharam ao Congresso uma carta solicitando o aumento no valor do beneficio do Auxílio Emergencial. Eles pedem que o beneficio seja fixado no valor de R$ 600 com o objetivo de garantir uma renda maior a população em meio a crise sanitária que o Brasil tem enfrentado por causa da pandemia da Covid-19.

O pedido acontece depois do anuncio de um Pacto Nacional entre os Três Poderes, ontem (24), feito pelo presidente Jair Bolsonaro e que reúne uma força tarefa composta pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, da Câmara, Arthur Lira e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux.

A Carta foi encaminhada ao Congresso após a definição em reunião entre os Poderes de que Neto Pacheco será o responsável por receber todas as demandas dos governadores e seus municípios e discutir entre eles as tomadas de decisão para enfrentamento da crise.

Confira a carta na íntegra:


Edney Oliveira/Redação

BORGES NETO LUCENA INFORMA