MP autoriza que Pietro Harley e Edvaldo Rosas possam se deslocar dentro da região metropolitana de JP

 

O empresário Pietro Harley Dantas Félix e do ex-presidente do Partido Socialista Brasileiro da Paraíba (PSB-PB), José Edvaldo Rosas, ambos investigados na Operação Calvário vão poder se não apenas por João Pessoa, mas pela região metropolitana. O pedido, feito pela defesa dois dois acusados foi aceito pelo Ministério Público.

De acordo com o documento, a defesa alegou que em tempos de pandemia, se faz necessário o “deslocamento para outras comarcas contiguas no espaço da região metropolitana de João Pessoa, inclusive, para fins de atendimento a questões de natureza básica, como hospitalares, compromisso bancários etc”.Leia Também:

De acordo com o entendimento da 1ª Vara Criminal da Comarca de João Pessoa, que se posicionou pela razoabilidade do referido pedido “notadamente nas circunstâncias atuais de pandemia em que a sociedade carece de uma maior amplitude de atendimento médico em diversas unidades espalhados pelo espaço geográfico metropolitano da Capital de João Pessoa”.

PARAÍBA.COM

FALA PARAÍBA-BORGES NETO