Cariri Paraibano terá laboratório para orientação nutricional de caprinos e ovinos

 

A região do Cariri Paraibano contará com um laboratório para análise e orientação nutricional de rebanhos de caprinos e ovinos.

A estrutura, montada no campus de Sumé (PB) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), é uma ação da Embrapa no programa AgroNordeste e possibilitará, a produtores rurais locais, um serviço de orientação para a alimentação de rebanhos, a partir de uma identificação mais precisa da necessidade dos animais.

Na próxima segunda-feira (24), equipe da Embrapa Caprinos e Ovinos (Sobral-CE) estará no laboratório para treinamento de técnicos da universidade, que já passarão a operar as análises.

Com a parceria entre Embrapa e UFCG, estes técnicos usarão a tecnologia de espectroscopia em infravermelho próximo (NIRS), por meio do Serviço de Assessoria Nutricional Remota para Pequenos Ruminantes da Embrapa (AssessoNutri), para analisar amostras de fezes de rebanhos e, assim, identificar que nutrientes os animais estão consumindo nas pastagens. A partir das análises, serão produzidos, para os produtores, boletins regionais com orientação nutricional e sugestões de formulações de dietas. A tecnologia também será usada para análises de alimentos.

O AssessoNutri possibilita, entre outros benefícios, monitorar disponibilidades de nutrientes nos pastos; reduzir custos de alimentação, a partir de um uso otimizados dos nutrientes; recomendar rações com menor custo, a partir das necessidades dos rebanhos.

O Serviço permite a geração dos boletins, que facilitam o acesso à informação para produtores rurais contemplados. “O uso da tecnologia pode impactar na formulação de rações mais eficientes, tanto do ponto de vista nutricional, como financeiro”, ressalta o engenheiro agrônomo Lucas Oliveira, analista da Embrapa Caprinos e Ovinos.

Nos dias 25 a 28, a equipe da Embrapa também visitará produtores, para entregar o primeiro boletim do Assessonutri voltado para o Cariri Paraibano, produzido na Embrapa Caprinos e Ovinos a partir de coletas de fezes de rebanhos de 11 propriedades rurais na região. Os técnicos também farão novas coletas de amostras para o próximo boletim, que já será produzido no laboratório do campus de Sumé, em parceria com a Embrapa.

A região que compreende o Cariri Paraibano e o sertão de Pernambuco é uma das maiores bacias de leite de cabra no país e um dos territórios de abrangência do AgroNordeste. As ações da Embrapa acontecem em parceria com o Projeto Dom Helder Câmara (PDHC), desenvolvido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e financiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), no âmbito do Programa AgroNordeste.

De Olho no Cariri

BORGES NETO LUCENA INFORMA