JP: grávida sofre aborto espontâneo após tomar vacina Astrazeneca; caso é investigado

 

Uma grávida sofreu um aborto espontâneo após tomar a vacina da Astrazeneca, contra a covid-19, em João Pessoa.

Ainda não há confirmação se o aborto está relacionado à imunização com a referida vacina e o caso será investigado.

De acordo com as informações a gestante deu entrada na maternidade na última sexta-feira (07) e já se queixava que o bebê não estava mais se mexendo, foi realizada uma ultrassonografia que constatou o óbito fetal.

Ela estava com 28 semanas de gestação, o parto foi induzido e a paciente recebeu alta nessa terça-feira (11).

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA