Prefeitura de João Pessoa distribui 100 toneladas de alimentos para 12 mil famílias em vulnerabilidade


 Para reduzir os danos econômicos e sociais trazidos pela pandemia da Covid-19 e garantir segurança alimentar para a população de João Pessoa, o programa Procon-JP Solidário, vai distribuir 100 toneladas de alimentos que vão atender cerca de 12 mil famílias. As 12 mil cestas estão incluídas na primeira fase do programa. 

Elas foram doadas por empresas que possuíam processos administrativos em andamento junto ao Procon Municipal e que concordaram em transmutar os procedimentos em cestas. "São processos em andamento, ainda sem multas consolidadas e sem inscrição na dívida ativa, e por isso a transmutação não traz qualquer prejuízo ao Fundo Municipal de Defesa do Consumidor", explicou o secretário do Procon-JP, Rougger Guerra. 

Para efetivar a doação, o Procon vai elencar instituições cadastradas junto às secretarias do Desenvolvimento Social e dos Direitos Humanos e Cidadania. Elas serão definidas durante a semana e já devem receber as cestas a partir da próxima segunda-feira (17). Na segunda fase do programa a expectativa é que novas empresas sejam incluídas pela repercussão da iniciativa. 

"Com muito esforço e com muito trabalho temos conseguido avançar para diminuir o sofrimento de tantos. A semente da vontade e do querer já dá frutos na nossa equipe. O Procon-JP tem o cuidar em sua origem, em sua função, e agora isso se amplia no caminho da solidariedade", declarou o prefeito Cícero Lucena, que se emocionou durante o discurso. 

A primeira-dama do Município e uma das idealizadoras do programa, Lauremilia Lucena, participou da solenidade e realizou uma entrega simbólica da primeira cesta. Ela convidou ao palco a representante da comunidade Bom Samaritano, Maria de Fátima Sousa para receber a doação. "Coração a mil. Obrigado a Deus e à gestão por este momento", declarou Fátima. 

Ainda participaram do lançamento do programa os secretários municipais da Gestão Governamental, Diego Tavares; do Desenvolvimento Social, Felipe Leitão; dos Direitos Humanos e Cidadania, João Corujinha; e da Comunicação, Marcos Vinicius.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO