‘Mão de milho’ será comercializada a partir de R$20 no Festival da Cecaf em João Pessoa

 

Os apaixonados por comida de milho e que não dispensam uma promoção devem ficar de olho no 5º Festival do Milho da Central de Comercialização da Agricultura Familiar (Cecaf), que trará o menor preço da mão de milho, com 52 espigas, variando entre R$20 e R$30. O evento começa no dia 22, com uma cerimônia a partir das 7h e termina no dia 24, e contará com apresentações culturais locais e serviços de saúde oferecidos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). 

Desde a semana passada a procura pelo produto está a todo vapor no local. Dos 100 agricultores que trabalham na tradicional feira das quintas e sábados, 18 trabalham com a produção de milho e se preparam o ano todo para o período. Este ano, em especial, a empolgação dos produtores e consumidores é ainda maior, já que no ano passado o evento não foi realizado.

Bruno Igor é agricultor do município de Pitimbu e comercializa na Cecaf. De acordo com ele, desde o final do mês passado que os clientes têm procurado por milho. “Trabalho com agricultura desde criança, aprendi com meu pai e é a principal renda da minha família. A gente percebe o movimento maior, os clientes procurando em maior quantidade. Estou muito animado com o evento, porque é uma oportunidade da gente mostrar a qualidade do nosso milho, novinho, direto da nossa plantação e ajudar os colegas da feira, com mais clientes chegando”, explicou.

A Cecaf tem sido referência não só pela qualidade e variedade dos produtos comercializados a preços acessíveis, mas também pela higienização do espaço e cumprimento de todos os protocolos de prevenção a Covid. No Festival do Milho todas essas medidas serão reforçadas.

"Quem vier conferir o festival vai constatar a inovação que adotamos no espaço. Seguindo todos os cuidados necessários orientados pela Organização Mundial da Saúde para este momento que vivenciamos, ainda de pandemia. Os preços também serão ainda mais acessíveis. Estamos em diálogo com os nossos produtores para oferecer um preço bom para os clientes.  É importante enfatizar que teremos um pólo gastronômico e de artesanato todo voltado para a nossa comida regional e produtos da terra”, destacou Natália Beserra, diretora da Cecaf.

Variedades – Comidas regionais, pimentas raras, plantas, artesanato, queijos, bolos e pães artesanais, são só alguns dos produtos possíveis de encontrar na Feira da Agricultura da Cecaf e, durante o festival, esses produtos serão ofertados em maior quantidade. Sebastiana Lucena já é conhecida pelos seus tradicionais caldinhos, mas este mês de junho iniciou a produção de bolos e tem boas expectativas para o Festival do Milho para as vendas na sua ‘Barraca da Alegria’. “Temos bolo de milho, macaxeira, macaxeira com coco, a partir de R$6 o bolo completo, mas eu também trabalho com fatias. Também vou continuar com os caldos de mocotó, cabeça de galo, que os clientes adoram e sempre procuram”, explicou.

CLICKPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA