Polícia prende “Don Juan”, suspeito de aplicar golpes em mulheres, em João Pessoa

 

A equipe da Delegacia da Mulher da Zona Norte de João Pessoa, prendeu na manhã desta quinta-feira (24), no bairro do Bessa, o homem conhecido como “Don Juan”. Ele é conhecido por aplicar golpes financeiros após iniciar um relacionamento amoroso e adquirir a confiança das vítimas e já foi preso em outras ocasiões pelo mesmo crime.

De acordo com a delegada Amin Oliveira o homem chegou a ser preso anteriormente e foi liberado após audiência de custódia. “A mesma vítima da primeira vez teria sido agredida fisicamente, no momento que ela descobriu que ele teria outro relacionamento e o acusou de se apropriar do dinheiro de outro relacionamento. Agora a denúncia é mais grave, a vítima deu uma segunda chance e caiu novamente na lábia do Don Juan”, disse.

A delegada afirmou que desta vez a denúncia é mais grave, pois o homem teria agido com violência. “Ele usava a vítima, abusou, torturou, estuprou e manteve a vítima em cárcere privado em um hotel da cidade e há indícios que ele também traficava drogas. Foram encontrados objetos de tortura, uma faca queimada que ele queimou uma sandália para aterrorizá-la. Ele é um criminoso contumaz e as investigações vão ser aprofundadas para descobrir tudo o que está envolvendo essa situação. Ela é uma das vítimas, mas com certeza temos mais e vamos torcer para romper esse ciclo de violência. Temos certeza que prevenimos um feminicídio”, disse.

O suspeito negou as acusações e disse que a mulher podia sair do local quando quisesse, além e que os objetos usados teriam sido comprados por ela, como a algema, máscara e chicote. “A sandália eu derreti, porque eu que dei a ela e não queria que ela usasse mais. Quando eu fui liberado, ela que me procurou”, disse. Ele admitiu que fez as marcas com chicote na mulher, mas que ela teria pedido.

O homem está à disposição da justiça.


Marília Domingues/Washington Luís


BORGES NETO LUCENA INFORMA