Prefeito é investigado por suposto uso de músicas ligadas ao jingle eleitoral em evento oficial na PB

 

O prefeito de Pombal, Doutor Verissinho, e sua esposa, a secretária de Trabalho e Ação Social, Mayenne Van, estão sendo investigados pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) por suposto uso de músicas associadas ao jingle da campanha eleitoral de 2016 durante ação social do município. A medida foi publicada na edição dessa quarta-feira (9) do Diário Oficial Eletrônico do MPPB.

À época, o gestor disputava a reeleição, saindo vitorioso do pleito realizado em novembro. O inquérito tramita sob o número 005.2020.001385 e vai apurar se o gestor e a primeira-dama desrespeitaram os princípios da impessoalidade e moralidade.

Segundo a denúncia, a execução das músicas teria acontecido nos dias 1 e 2 de julho de 2020, época em que Dr. Verissinho concorria à reeleição.

O caso está sob a responsabilidade do promotor Leidimar Almeida Bezerra.

Polêmica na vacinação

No início do ano, o prefeito se envolveu em outra polêmica após tomar a vacina contra a Covid-19. Doutor Verissinho foi acusado de furar a fila da vacinação sob a alegação de que estaria na linha de frente da pandemia. O caso também está sendo apurado pelo Ministério Público.



Alexandre Freire


BORGES NETO LUCENA INFORMA