Nas redes sociais, Fabrício Queiroz manda recado para aliados de Bolsonaro e reclama de abandono

 

Fabrício Queiroz, o ex-chefe de gabinete do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), postou em suas redes sociais neste domingo (25) uma mensagem em que reclama do abandono por parte de três antigos amigos, hoje muito próximos de Jair Bolsonaro, o deputado Hélio Negão, o assessor presidencial Max de Moura e o assessor Fernando Nascimento Pessoa, investigado no inquérito das fake news.

“É! Faz tempo que eu não existo para esses três papagaios aí! Águas de salsicha literalmente! Vida segue…”, escreveu Queiroz.

Relembre o caso Queiroz
Fabrício Queiroz é ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro. Ele foi preso em Atibaia, interior de São Paulo. Ele foi solto após pedido de Habeas Corpus impetrado por sua defesa.

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça do Rio, a pedido do Grupo de Combate à Corrupção (Gaecc) do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP- RJ), que investiga a participação dele em um esquema de desvio de vencimentos de servidores do gabinete do então deputado estadual Flávio, conhecido como “rachadinha”.

Policial militar aposentado, Queiroz movimentou supostamente R$ 1,2 milhão em sua conta bancária de maneira considerada “atípica”, segundo relatório do antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), o que deu início às investigações.

PARAÍBA.COM


BORGES NETO LUCENA INFORMA