Após prisão de Jefferson, filha cobra Bolsonaro e diz que o próximo será ele: ‘Acorda’

 

Após a prisão do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, sua filha, a ex-deputada federal Cristhiane Brasil, cobrou uma ação do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido).

Nas redes sociais, ela escreveu que “estão prendendo os conservadores e o bonito não faz nada?”. “O próximo será ele” E se não for preso, não vai poder sair nas ruas já já”, completou.

Sobre o pedido de prisão
A Polícia Federal cumpriu um mandado de prisão preventiva contra o ex-deputado Roberto Jefferson, nesta sexta-feira (13). A medida partiu do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Morais.

A prisão faz parte do chamado inquérito da milícia digital. O próprio Jefferson postou numa rede social que a Polícia Federal chegou para fazer buscas na casa de parentes pela manhã. O mandado não tem prazo estipulado para cumprimento.

O inquérito também determina o bloqueio de conteúdos postados por Jefferson em rede sociais e a apreensão de armas e acesso a mídias de armazenamento.

O inquérito que investiga a organização e o funcionamento de uma milícia digital voltada a ataques à democracia foi aberto em julho, por decisão de Moraes. A Polícia Federal apura indícios e provas que apontam para a existência de uma organização criminosa que teria agido com a finalidade de atentar contra o Estado democrático de direito e que se articularia em núcleos de produção, publicação, financiamento e político. Outra suspeita é de que esse grupo tenha sido abastecido com verba pública