Consumidor pode economizar mais de R$ 15 nos preços de queijo em João Pessoa, aponta pesquisa

 


Com a alta variação de preços nos supermercados, a pesquisa é fundamental para conseguir economizar, principalmente no que diz respeito a itens consumidos no cotidiano. Somente no queijo, por exemplo, o consumidor pessoense pode economizar mais de R$ 15. É o que indica a pesquisa realizada pela Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado da Paraíba (Procon-PB) em supermercados de venda on-line de João Pessoa.

A pesquisa foi realizada entre os dias 2 e 3 de agosto em nove estabelecimentos e incluiu queijo coalho, prato, muçarela, gorgonzola, parmesão, gruyere, reino, manteiga e minas padrão, além de leite integral, leite desnatado, leite em pó integral.

Apesar de não ser um amostra generalizada para todo o estado, os resultados podem servir como um referencial para consumidores que buscam esses produtos.

No item queijo coalho, foi destacado na pesquisa a marca Isis (Zero Lactose) com variação de 37,33%. A economia chega a ser R$ 15,49 com o menor preço sendo vendido por R$ 41,50 (Superbox Brasil - Jardim Oceania).

Da marca President, o queijo muçarela pode ser encontrado pelo preço de R$ 33,10 (Superbox Brasil - Jardim Oceania). A diferença no bolso do consumidor é de R$ 6,89 se comparado ao maior preço identificado, o que representa uma variação de 20,89%.

A pesquisa também destacou a marca Quatá, do tipo queijo gouda, com variação de  20% nos supermercados da capital paraibana. Nesse item, o consumidor chega a economizar até R$ 15,00 através do menor preço encontrado por R$ 74,99 (Classe A - Miramar).

O item de destaque referente a leite integral de 1L é da marca Leitíssimo, com variação de 45,23%, sendo encontrado pelo menor preço de R$ 6,19 (Carrefour - Aeroclube). A economia é de R$ 2,80 comparado ao maior o preço identificado deste produto.

Já o leite em pó integral de 400g da marca Ninho apresentou variação de 36,60%. O menor preço foi encontrado por R$ 13,17 (Classe A - Miramar), representando uma economia de R$ 4,82 em relação ao maior preço.

CLICKPB



FALA PAFAÍBA-BORGES NETO