Novo procurador-geral de Justiça da Paraíba prega união e diálogo no MPPB e com poderes para que discutam “​questões mais sensíveis que afetam a população”​​

 

O novo procurador-geral de Justiça da Paraíba, Antônio Hortêncio Rocha Neto, que teve a sua nomeação publicada nesta sexta-feira (13), no Diário Oficial do Estado, informou que irá buscar união, diálogo e apoio aos membros do Ministério público da Paraíba (MPPb). Além disso, afirmou sobre o diálogo também com os poderes e com as instituições para que juntos possam discutam “questões mais sensíveis que afetam a população”. 

O biênio 2021-2023 começa no próximo dia 30 de agosto, com a posse do cargo. O horário ainda não foi divulgado. Antônio Hortêncio Rocha Neto, o mais votado entre os três que compuseram a Lista Tríplice do MPPB, foi escolhido pelo governador da Paraíba João Azevêdo. Em seu perfil consta que é 7º promotor de Justiça de João Pessoa com atribuições na área criminal e entrou na instituiu em 2000.

“Iremos buscar união, diálogo e apoio aos membros. União interna para que cada membro possa se sentir parte de um todo, que a instituição dentro da sua unidade, possa desenvolver cada vez mais as suas atividades em todo estado”, afirmou, como respondido ao ClickPB.

Sobre a questão do diálogo, o novo procurador-geral de Justiça  destacou ser com os integrantes do MPPB, mas também com os poderes público. “Diálogo internamente com membros e servidores sempre em busca das melhores soluções internas e também diálogo com os poderes e demais instituições para que juntos, aquelas questões mais sensíveis que afetam a população, possamos dialogar para todos em conjunto encontrar as melhores opções”, comentou. 

Já em relação ao apoio aos membros da instituição, Antônio Hortêncio comentou que que cada vez mais possuem demandas e que precisam desse apoio para que possam melhorar suas atividades, dando resposta e resultado para toda a população paraibana. Ele ainda agradeceu aos integrantes do Ministério Público pelos votos e também ao chefe do Executivo Estadual pela escolha do nome. 

“A partir do dia 30 de agosto estaremos de mangas arregaçadas, para com muita dedicação e trabalho, por poder desenvolver cada vez mais o ministério público da Paraíba e que ele possa prestar a um serviço a toda população paraibana com excelência”, finalizou.

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO