Petistas divulgam manifesto em apoio à filiação de Ricardo Coutinho

 

Dirigentes do PT se reuniram no fim de semana para dizer não à possível filiação do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), por maioria, a direção decidiu que não queria o socialista entre seus quadros. A principal justificativa para a decisão é que Ricardo no PT poderia prejudicar a candidatura de Lula na Paraíba e dividir o palanque. Porém, na noite dessa segunda-feira (02), 113 petistas divulgaram um manifesto em apoio à filiação do ex-governador juntamente com os deputados Cida Ramos, Estela Bezerra e Jeová Campos e da prefeita de Conde, Márcia Lucena. Todos do PSB.

Os que são contrários à chegada do ex-gestor também alegam que a filiação tem sido ‘imposta’ de cima para baixo, articulada por Ricardo com a direção nacional. Entre os que são favoráveis estão nomes de peso do partido na Paraíba como o presidente estadual, Jackson Macedo e o ex-deputado Federal Luiz Couto.

O manifesto aponta que as posições de alguns grupos que compõem a direção partidária na Paraíba serem contra as filiações têm argumentos vazios e que a maioria da base é favorável à entrada de Ricardo. “Entendemos que ele e os(as) demais companheiros e companheiras do PSB que o acompanham são nossos parceiros(as) de longa data no apoio às causas e projetos que defendemos para a Paraíba e o país. Não nos deixaremos levar por avaliações enganosas ou interesses obscuros. Temos uma grande luta a enfrentar para salvar o Brasil e o povo brasileiro. É para isso que nossa força e energia têm de ser empregadas nesse momento em que iniciamos a difícil caminhada que, oxalá, levará Lula de volta à Presidência da República em 2022”, diz trecho do documento.

Veja na íntegra: