Prefeito sanciona lei de Dinho que cria Dia de Combate ao Feminicídio nas escolas da capital

 

Foi sancionada pelo prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), a lei de autoria do presidente da Câmara, Dinho Dowsley (Avante), que institui 21 de novembro como Dia de Combate ao Feminicídio nas escolas públicas e privadas da capital paraibana.

Dinho explicou que sua proposta têm a intenção de conscientizar os jovens e adolescentes da Capital paraibana para a necessidade do enfrentamento e combate ao feminicídio. Nesta data, todas as escolas públicas e privadas de João Pessoa devem trabalhar junto com os alunos a temática. “A ideia é formar cidadãos conscientes sobre a problemática e capazes de denunciar casos de violência contra as mulheres”, explicou.

Os números oficiais mostram que são crescentes os casos de feminicídio em João Pessoa e inclusive nas unidades escolares. O texto do projeto do presidente da Câmara lembra, por exemplo, do ocorrido em 21 de novembro de 2014, quando um adolescente armado invadiu a Escola Municipal Violeta Formiga, em Mandacaru, e efetuou três disparos contra a estudante Maria Beatriz, de 14 anos, que morreu.