Presidente do Siregás defende redução de impostos para evitar novos aumentos no gás de cozinha na PB

 

O presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás na Paraíba (Siregás), Marcos Antônio Bezerra, revelou durante entrevista ao programa Rede Verdade, do Sistema Arapuan de Comunicação nesta sexta-feira (13), que está previsto, até o dia 1° de outubro, dois aumentos no preço do botijão de Gás de Cozinha na Paraíba, que deve chegar a mais de R$ 110.

Segundo o presidente da Siregás, a alta tem dois fatores, que é o reajuste previsto pela Petrobras previsto no final deste mês, além do repasse do dissidio coletivo da categoria programada para o início de outubro. “A previsão é chegar a R$ 110, dependendo da modalidade de compra. Se for divido no cartão, pode subir ainda mais”, disse.

Marcou Antônio Bezerra apontou ainda que a saída para redução do preço final do botijão é a diminuição dos tributos que incidem no produto, já que as distribuidoras estão trabalhando ‘no vermelho’ e não há mais margem para conter os aumentos.

“Por parte dos revendedores não mais como conter o preço. A única saída seria uma redução de impostos por parte dos governos”, disse Marcos Antônio Bezerra.