Romero evita clima de ‘caça às bruxas’ com Ludgério e Ivonete sobre apoio em 2022

 

O ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD) que está com o nome colocado na disputa pelo governo do estado para o ano que vem, evitou polemizar a sinalização do correligionário, o deputado estadual Manoel Ludgério, do PSD, em apoiar a reeleição do governador João Azevêdo (Cidadania) nas eleições de 2022, apesar de os dois serem do mesmo partido. As declarações de Ludgério vêm repercutindo desde o início da semana são alvos das mais variadas especulações desde então.

O ex-gestor evitou falar em caça as bruxas e disse apenas que agradece o tempo que o parlamentar e a deputada Ivonete estiveram com ele, o apoiando na administração municipal.

“Me referindo especialmente a este caso, estou com a consciência super tranquila. Tratei sempre de forma respeitosa não apenas o deputado Ludgério, como também a vereadora Ivonete. Inclusive, ela trabalhou conosco na Câmara Municipal na condição de líder e foi presidente da Câmara no meu segundo mandato por duas vezes. Só agradecer pelo período que puderam colaborar conosco”, disse Romero.

A questão é que Ludgério destacou que vai conversar com a sua base política que está inclinada a apoiar a reeleição do governador, em detrimento da de Romero, seu correligionário. Nas redes sociais o deputado chegou a dizer que não estranharia uma possibilidade de convergência entre o grupo de Romero e o de João no pleito que se avizinha.

PB Agora



BORGES NETO LUCENA INFORMA