Anísio diverge de petistas e pede adesão a ato pelo impeachment de Bolsonaro organizado pelo MBL

 

Diferente de boa parte dos petistas, o deputado estadual Anísio Maia (PT) defende que simpatizantes do partido e da esquerda, de uma forma geral, compareçam ao ato em favor do impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) neste domingo (12) que está sendo organizado pelo Movimento Brasil Livre (MBL), que participou ativamente das manifestações pelo impeachment da ex-presidente Dilma (PT).

“Eu acho que o PT deveria participar. Eu sou favorável que façamos um movimento igual àquele do ‘Diretas Já’. Um movimento amplo. Não tem lógica você dividir um movimento por partido, por pensamento político. O movimento todo tem que congregar para um objetivo só: fora Bolsonaro. Chega de tanto desmando. O Brasil quer um presidente que governe e quem concordar com isso deveria participar do movimento”, afirmou.

Anísio revelou, ainda, que estava chegando de viagem e não conhece totalmente o posicionamento do partido, mas que irá apresentar a ideia de que se estimule a presença na manifestação.

“Eu tenho essa intenção e vou apresentar ao partido essa proposta e acho que devemos procurar outras lideranças, de vários partidos, para que não fique só um leque ideológico participando desse movimento. Temos que abarcar todas as tendências políticas, ficaria só fora os bolsonaristas”, finalizou o seu raciocínio em entrevista a uma rádio local.

PB Agora


FALA PARAÍBA-BORGES NETO