Governo lança nova etapa do Programa de Aquisição de Alimentos com compra da agricultura familiar

 


O Governo do Estado, por meio da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária (Sesaes), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), iniciou nessa terça-feira (28) as compras e doações da nova etapa do Programa de Aquisição de Alimentos, na modalidade compra com doação simultânea (PAA-CDS). Serão mais de R$ 5,3 milhões em produtos da agricultura familiar, comprados a 1035 agricultores em 105 municípios e doados às famílias em situação de vulnerabilidade do Estado.


O lançamento do PAA-CDS 2021 ocorreu no município de Alhandra, com a participação de representantes das gestões municipais de Alhandra e Cubati, agricultores envolvidos na primeira compra e representantes da população em situação de vulnerabilidade social assistida pelo programa. Os produtos adquiridos beneficiarão 631 famílias, em Alhandra e 600 famílias, em Cubati.

O PAA-CDS é executado com verba do Governo Federal conquistada mediante aprovação de proposta e tem por finalidade promover o acesso à alimentação em quantidade, qualidade e regularidade necessária as pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, assim como incentivar, valorizar e fortalecer a agricultura familiar, por meio da inclusão econômica e social, a produção sustentável e a geração de renda. 

Durante o lançamento da nova etapa do PAA, a secretária executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária, Roseana Meira, destacou a realidade desafiadora. “Em um momento tão difícil do nosso país, o Programa de Aquisição de Alimentos faz a diferença. Faz a diferença também um Governo estadual que se empenha na parceria com os municípios para a execução desse programa, que como nos orienta o governador João Azevêdo precisa ser cada vez mais inclusivo”.

A secretária lembrou ainda que desde a etapa de 2020, a Sesaes/Sedh elaborou uma proposta para incluir o sertão e o alto sertão. “Sabemos que lá a dificuldade ainda é muito maior do que em regiões como aqui em Alhandra, ou até mesmo em Cubati. Lá eles têm a dificuldade maior que é a chuva que não chega. Contudo, nessas regiões encontramos produtos da agricultura familiar de extrema qualidade como o arroz vermelho e o peixe. Por isso nessa nova etapa de 2021 nós incluímos alimentos que não eram contemplados como macaxeira congelada, arroz vermelho, ovo e carne caprina. Isso é importante porque se amplia o leque e inclui mais agricultores”, enfatiza a secretária.

Marcos Antônio, secretário de Agricultura de Alhandra, comentou que este é o primeiro ano da execução do PAA no município em parceria com o Governo do Estado. “Programa de suma importância que valoriza os produtos dos agricultores que conseguem vender a preço justo. Já na outra ponta beneficia as pessoas que estão nesse momento de pandemia em situação de vulnerabilidade social. Em Alhandra, estamos beneficiando 26 agricultores e 631 famílias carentes dos municípios”, destaca.

A secretária de Ação Social de Cubati, Adriana Caetano, esteve no lançamento para receber e conduzir ao seu município os alimentos doados e enfatizou: “É gratificante em um tempo como este fazer tantas pessoas sorrirem. Chegar e ter para oferecer a quem está precisando. Por isso agradeço demais a essa parceria Município, Governo do Estado e Governo Federal. Em Cubati são as famílias cadastradas nos Cras que serão beneficiadas”.

O agricultor José Pereira André, um dos cadastrados no PAA, forneceu 100 quilos de cará São Tomé e 500 quilos de bata doce. “Eu agradeço demais a esse programa. Muito importante para mim. Sem esse projeto não conseguiria vender a minha produção”, comemora.

Já a agricultora Cézar da Silva Pereira, do Sítio Subaúma, em Alhandra comentou: “Só em saber que nosso produto está indo para a mesa de quem precisa já é muito importante para nós agricultores”. Adriana Maria da Conceição, moradora do Belo Jardim, em Alhandra, recebeu sua doação e agradeceu. “Sou muito grata em estar aqui hoje recebendo esta doação do PAA. Teve dia de procurar uma bolacha em casa para dar a meus filhos e não tinha. Agora tô levando do PAA inhame, batata e macaxeira. Só tenho a agradecer!”.

A equipe técnica do PAA continuará realizando as compras e doações aos municípios movimentando a economia e combatendo a insegurança alimentar no estado. Paralelo à execução do PAA-CDS 2020 e 2021, aprovados por meio de portaria do Governo Federal, o Governo da Paraíba executou compras emergenciais junto às cooperativas da agricultura familiar e economia solidária. Como medida de enfrentamento da pandemia da Covid-19 foram investidos mais de R$ 2,5 milhões em compras de produtos da agricultura familiar destinados às famílias em situação de vulnerabilidade nos 223 municípios do Estado.
SECOM-PB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO