JP prevê contratação de profissionais para acompanhar crianças

 


O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), afirmou que a gestão vai contratar profissionais para acompanhar crianças especiais durante as aulas em colégios municipais. De acordo com o prefeito, os cuidadores serão responsáveis por auxiliar os menores durante as atividades escolares.

Cícero afirmou que são quase 2,2 mil crianças com necessidades especiais matriculadas e que a PMJP vai garantir que cada uma delas seja assistida. “Vamos contratar conforme prevê o Ministério da Educação de um cuidador por cuidar de até três crianças dependendo do tipo de doença. Vamos fazer essa avaliação”, explicou.

O prefeito salientou que há muitos casos na iniciativa privada de que as escolas não oferecem esse acolhimento. “Se tem muita notícia de que quando é identificado que uma criança precisa de cuidador só consegue quando coloca na Justiça. Acho que até vai aumentar esse número (de crianças matriculadas) porque quando os pais souberem, vão procurar a Prefeitura”, estima.

O Programa Educador Social Voluntário será destinado à contratação de trabalhadores para exercício da atividade de cuidador e alfabetizador na rede municipal de ensino. Esses agentes escolares terão papel fundamental no processo de inclusão do estudante com alguma deficiência física, intelectual e/ou transtorno específico, pois vai auxiliar nas atividades de alimentação, higiene e locomoção e também atuar em tarefas escolares nas quais se fizer necessária a sua presença.

O programa, que será instituído através de um Projeto de Lei, foi assinado por Cícero e entregue diretamente nas mãos do vereador Dinho Dowsley, presidente da Câmara Municipal de João Pessoa. O projeto será analisado pelos vereadores e depois será votado pelos mesmos, para em seguida ser sancionado pelo prefeito.

Avaliação do jogo

Ao fazer uma avaliação do jogo amistoso entre o Brasil e a Argentina, realizado ontem no Estádio Almeidão, na capital paraibana, o prefeito lembrou que foi um jogo teste e enalteceu a necessidade do retorno dos eventos que geram renda e trazem alegria para a população.

Cícero afirmou que dos quase 700 testes de Covid-19 realizados antes da partida, apenas dois deram positivo. “Isso nos dá felicidade porque mostra que o índice de imunização da cidade está bastante elevado, embora tenhamos que continuar com a prevenção”, salientou.

MaisPB




FALA PARAÍBA-BORGES NETO