Paraíba prevê aumento de casos leves de Covid-19 em setembro devido à variante Delta, mas menor número de óbitos e internações


 A previsão é que no mês de setembro ocorra um aumento no número de casos leves de Covid-19 na Paraíba devido à circulação da variante Delta no estado, segundo comentou em conversa com o ClickPB, Geraldo Medeiros, nesta segunda-feira (06). No entanto, frisou que deverá ter menos internações por conta da doença assim como os óbitos.

Medeiros destacou que a Delta tem maior poder de propagação e por conta disso, faz-se necessário  população manter os cuidados preventivos sanitários como o uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social. Frisou ainda que atualmente os números estão estáveis. A circulação dessa variante na Paraíba é desde julho, mas somente na semana passada, um relatório da Fiocruz revelou 25 casos no Estado. Campina Grande é o município que lidera.

“Essa variante Delta predomina mais em Campina Grande e teremos um incremento no número de casos novos diários. É a previsão que não temos, mas o número de hospitalizações e óbitos continua em decréscimo”, frisou, destacando uma diferença entre Brasil e Estados Unidos, pois grande parte da população americana não tomou a vacina contra Covid-19. Lá, as mortes têm ocorrido em pessoas não vacinadas.

Desde o início da pandemia até ontem (05), a Paraíba contabiliza 435.729 casos confirmados e 9.212 morte por Covid-19. Ao todo, 324.779 pessoas se recuperaram da doença e já foram realizados 172.892 testes para diagnóstico da Covid-19. Sobre o cenário de ocupação de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico), o boletim trouxe que em todo o estado é de 20%. A Região Metropolitana de João Pessoa está com 16%, Campina Grande 27% e no Sertão 26%.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO