Paraíba registra a menor produção de abacaxi em dez anos, mas permanece como 2º maior produtor do país

 


A Paraíba registrou a menor produção de abacaxi em dez anos. A informação foi segundo a Pesquisa Agrícola Municipal (PAM) 2020, divulgada nesta quarta-feira (22), pelo IBGE, que o ClickPB teve acesso.

Apesar disso, o estado permaneceu como o 2º maior produtor do Brasil, atrás apenas do Pará. O levantamento apresenta  informações sobre a produção agrícola no país.

No último ano, as lavouras paraibanas produziram 272,2 milhões de frutos, representando uma queda de 11,3% em relação a 2019, quando o total havia sido de 307,1 milhões de frutos. Frente
a 2011, em que o total foi de 276,2 milhões, também houve uma leve redução, de 1,4%. 

Tanto a área colhida como a plantada assinalaram recuos de 10%, em 2020, frente a 2019. De um total de aproximadamente 10 mil hectares, a área colhida diminuiu para 9 mil ha. No estado, os principais produtores de abacaxi, no ano pesquisado, foram: Itapororoca, com 63 milhões de frutos; Pedras de Fogo, com 60 milhões; Araçagi, com 49,5 milhões; Santa Rita, com 22,5
milhões; e Lagoa de Dentro, com 12,6 milhões.

Em 2020, o valor da produção paraibana de abacaxi foi de cerca de R$ 318,9 milhões, sendo o segundo maior do país e representando, aproximadamente, 46,3% do valor total da produção do Nordeste e 13,6% do brasileiro.

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO