Sem ressentimentos: Gervásio prega respeito em saídas de Ricardo, Estela e Cida e diz que plano nacional converge ideias entre eles

 

O deputado federal e presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB) na Paraíba, Gervásio Maia, pregou respeito a decisão do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) que resolveu sair da legenda e se filiar ao Partido dos Trabalhadores (PT), ato que deve ocorrer em fevereiro do próximo ano. A declaração aconteceu durante entrevista ao programa Rede Verdade, do Sistema Arapuan de Comunicação, nesta quarta-feira (22).

Durante a conversa com o apresentador Luís Tôrres, o parlamentar ponderou que o ex-governador e seu grupo, que tem as deputadas estaduais Cida Ramos e Estela Bezerra, estão indo para um ‘partido irmão’. Ele explicou que em âmbito nacional está sendo construída uma aliança entre os partidos em torno da candidatura de Lula (PT), o que em tese gera mais pontos de convergência do que divergência entre eles.

“Eu apenas respeito [saídas]. De certa forma acho que não teremos conflitos porque os que estão saindo, estão indo para um partido irmão, que é o PT. E quem sou eu para contestar essa decisão? Cada um tem a condição de decidir o que quer fazer, para onde vai, não tenho como colocar isso”, disse Gervásio Maia.

“Guardo apresso, você não vai me vê falando mal de nenhum deles, muito pelo contrário. Guardo respeito, consideração, se puder ajuda-los em alguma coisa, estarei fazendo, só não estarei atrapalhando ou criando desconforto”, concluiu o deputado federal.

Confira a íntegra da entrevista concedida ao jornalista Luís Tôrres: