Wilson Filho parabeniza João por conquista de prêmio da melhor educação remota do Brasil

 

A educação da Paraíba tem sido reconhecida em todo o país pelos constantes avanços e nesta quarta-feira (29) recebeu o Prêmio Excelência em Competitividade, pela plataforma Paraíba Educa, na categoria Boas Práticas, promovido pelo Centro de Liderança Pública (CLP). O deputado estadual e líder do governo Wilson Filho parabenizou o governador João Azevêdo; secretário de Estado da Educação, Carlos Furtado, e todos os profissionais da área pela conquista. A entrega da premiação ocorreu em São Paulo.

A premiação ocorreu mediante análise de 280 políticas públicas em todo o país e a Paraíba foi reconhecida pela implantação do programa Paraíba Educa, elaborado para atender alunos e professores da Rede Estadual de Ensino durante a pandemia do coronavírus.

Segundo Wilson Filho, a educação tem sido uma das prioridades do governo João Azevêdo e o trabalho está sendo considerado modelo para o restante do país. “Esta é mais uma premiação que demonstra o excelente trabalho do governo que tem investido em tecnologia, infraestrutura das escolas e capacitação e valorização dos professores. O Paraíba Educa superou os desafios e deu uma resposta rápida em época de pandemia”, afirmou.

Wilson Filho acrescentou que o ensino remoto já foi reconhecido pela Fundação Getúlio Vargas com o melhor do Brasil e recebeu a maior nota na análise feita pela Rede de Pesquisa Solidária (RPS), integrada por pesquisadores de várias instituições que avaliaram a oferta do ensino remoto aos alunos durante a pandemia.

Paraíba Educa

Quando as aulas presenciais precisaram ser suspensas por conta da pandemia, para garantir o direito à educação de qualidade, inclusiva e democrática, o Governo do Estado da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, estruturou a Paraíba Educa: uma política pública capaz de permitir a continuidade dos processos de ensino e aprendizagem e segurança alimentar.

A plataforma assegura, mesmo em tempo de pandemia e suspensão das aulas presenciais, o direito à “educação de qualidade, inclusiva e democrática” como determina o Plano Estadual de Educação, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e a Constituição Federal. Esta ação foi desenvolvida com o intuito de implantar em todo o território paraibano o Regime Especial de Ensino, que corresponde ao ensino remoto executado pelas unidades de ensino vinculadas à Rede Estadual.

PB AGORA


FALA PARAÍBA-BORGES NETO