PF investiga alterações no cadastro do SUS de Boulos, Gleisi e Manuela D’Ávila.

 

A Polícia Federal investiga alterações de dados nos cadastros do SUS de do coordenador do Movimento do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto,  Guilherme Boulos, da deputada federal e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann e da ex-candidata a vice-presidente, Manuela D’Ávila. As  informações foram publicadas no site Metropole.

De acordo com o site, ao  serem vacinados em julho, os três perceberam que informações falsas haviam sido incluídas em seus perfis no sistema público de saúde. No cadastro de Manuela, por exemplo, constava que ela estava morta desde 2018.

Gleisi chegou a ter o cadastro no SUS cancelado após ser dada como “morta”. Por isso teve dificuldades para receber a segunda dose da vacina.

No caso de Boulos, os dados omitiam a primeira dose da vacina e os nomes de seus pais foram alterados no sistema por “ofensas e xingamentos grosseiros”.

MaisPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO