Possibilidade da Paraíba suspender obrigatoriedade do uso de máscara é zero, diz Geraldo Medeiros

 


O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, afirmou que a Paraíba não tem qualquer previsão de suspender a obrigatoriedade do uso de máscara para ter acesso a locais públicos e privados. 

A declaração foi dada ao ClickPB em repercussão à cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, que decidiu revogar a norma sanitária local e publicou decreto desobrigando o uso da proteção facial nesta terça-feira (5).

"Não há nenhuma possibilidade disso ocorrer na Paraíba. Nós temos 36% da população vacinada com a primeira e segunda dose e 67% com a primeira dose. Ainda temos em algumas regiões do estado a taxa de transmissibilidade acima de 1. Então, não é o momento de desobrigar o uso de máscara mesmo em ambientes abertos", disse.

Já sobre o 'passaporte de vacina' na Paraíba, aprovado na manhã desta terça na Assembleia Legislativa, o secretário afirmou que o governador João Azevêdo ainda vai estudar a aplicação da medida antes de tomar uma decisão.

"Nós ainda estamos analisando e não houve uma definição. Estamos estudando principalmente o inciso que trata que bares, restaurantes, casas de show, boates e congêneres que exigirem o passaporte vacinal teriam o direito de ocupar 100% do seu espaço. Vamos analisar para que o projeto de lei não estimule a vacinação e ao mesmo tempo promova aglomeração", disse.

O Projeto de Lei Orçamentária (PLO) 3.173/21 impõe sanções para quem não se vacinou contra covid-19 no estado da Paraíba. O placar da votação foi de 20 votos a favor contra 7. O projeto ainda aguarda sanção ou veto do governador.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO